George Orwell em sua obra 1984

De antemão, George Orwell em sua obra 1984, entre muitas outras ponderações, fala da relevância do ” revisionismo histórico “. Que em resumo, seria reescrever a história, deturpando os fatos reais, e os reescrevendo de acordo com os interesses dos que comandam ou buscam comandar o estado totalitário. Levantado as ponderações da vigilância  perpétua do pertenço governo onipresente e da manipulação pública e histórica. a linguagem inventada pelo governo. Agindo tão somente como um superestado que seria controlado por uma elite politica privilegiada que seriam os membros de um partido interno. Partido esse que visa a edificação e perpetuação de um governo hegemônico que persegue constantemente o individuo, persegue a sua liberdade de expressão como “crime de pensamento”, que “seria aplica com uma espécie de patrulha do pensamento, controlado como uma “Polícia do Pensamento. Lembrando muito a patrulha da ditadura do politicamente correto.

Frequentemente, para os adoradores do estado hegemônico, é importante e fundamental seguir a diretriz ideológica de reescrever a história, deturpando os fatos, endeusando e martirizando, quem era conveniente à eles, e agir satanizando constante e metodicamente quem eles queiram detrair, macular e denegrir, seus antagonistas, por motivos de divergências politico ideológica partidária. Assim sendo, as histórias tendenciosas contadas por esses adoradores de um estado totalitário e hegemônico, são completamente tendenciosas, manipuladoras, e passaram pelo que eles chamam de “revisionismo histórico ideológico”.


Em outras palavras, é a mais pura manifestação do totalitarismo e da manipulação, tanto do individuo quanto das massas. Assim sendo, a história contada pelos adoradores do estado hegemônico totalitarista, por motivos óbvios de serem tendenciosos e manipuladores, sempre longe da verdade dos fatos históricos e jornalísticos, não deve ser muito levada a sério. Pois não é uma história real. É sim uma história ideal, de acordo com os ensinamentos doutrinários do rei da manipulação ideológica Antônio Gramsci.

É preciso tomar cuidado, com a manipulação ideológica dos fatos, com a mistura de mentiras com verdades, e com os revisionismos históricos, amplamente utilizados pelos adoradores de do estado hegemônico absolutista.

Dessa forma, recomendamos muito a leitura desse magnifica obra. Que indiscutivelmente, é de fundamental importância para a compreensão dos dias em que vivemos. E principalmente é tremendamente relevante para ter o devido discernimento a cerca de situação da politica nacional e internacional. E uma obra, sem duvidas, imprescindível para se entender o porque que esta havendo uma polarização, entre os que são a favor, e os que são contra a implementação dessas diretrizes do estado hegemônico, da patrulha do pensamento, e de se reescrever os fatos de acordo com os interesses dos que querem implantar essas correntes ideológicas na sociedade. Essa obra coloca em palavras simples o que está acontecendo, e como está acontecendo, mesmo sendo uma pretensa obra de ficção cientifica futurista, na época em que foi escrita . Não podemos nos dar ao luxo de não conhecer, ou até mesmo não ler essa obra tão esclarecedora.

 

Em suma, concluímos afirmando, que a vida humana, e a liberdade não se negociam.

Sobre Marcelo de Medeiros

Articulista no portal Direto Notícias - Todo o conteúdo criado e publicado por mim, é de minha inteira responsabilidade. Artigos de opinião e notícias checadas e publicadas por mim, não expressam necessariamente a opinião do Direto Notícias, ou sua posição.

Veja Também

Vantagens de começar uma faculdade no meio do ano

Quando falamos sobre o ingresso à universidade, é comum que a maioria tenha preferência por …