Setor de Transportes espera investimentos em infraestrutura

Setor de transportes espera mais investimentos em infraestrutura
Setor de transportes espera mais investimentos em infraestrutura…

Pesquisa da CNT mostra que excesso de burocracia, insegurança jurídica e falta de estrutura são os pontos que mais impactam no desenvolvimento do setor de transportes.

A pandemia da Covid-19, que se alastrou por todos os continentes e surpreendeu os gestores políticos, transportadores e a população no mundo inteiro, terá efeitos diversos sobre o Brasil. A Confederação Nacional do Transporte (CNT) lançou, em 2020, a publicação “Sondagem Expectativas Econômicas do Transportador”, que traz a visão e expectativas das empresas do setor de transporte de cargas no país.

Entre os problemas apresentados na pesquisa, os empresários consultados apontaram como o principal motivo para o atraso nas obras públicas de infraestrutura de transporte no país o excesso de burocracia para começar a obra (69,4%); seguido da falta de estrutura e preparo dos órgãos públicos (43,5%); da dificuldade para se obterem licenças ambientais (39,4%); e da escassez de recursos para o financiamento das obras (31,2%). Na avaliação dos empresários do transporte também merecem destaque a insegurança jurídica (18,2%); problemas no processo de seleção de obras públicas (10,8%); interferência do Tribunal de Contas da União (10,3%); e deficiência nos projetos de engenharia (9,7%).

Diversos estados estão apresentando propostas de investimentos em infraestrutura para impulsionar o desenvolvimento e o crescimento econômico. Um deles é o Espírito Santo, que tem uma carteira de investimentos que ultrapassa os R$ 57 bilhões. Em um raio de 1.200 km a partir de sua capital Vitória, encontram-se as gigantescas reservas de petróleo e gás do Pré-Sal, e mais da metade do Produto Interno Bruto do país. O Estado apresenta níveis de desenvolvimento humano e qualidade de vida dentro da média nacional e vem, cada vez mais, diversificando e descentralizando sua economia, além de ser a porta de entrada para o interior do país (MG, GO, MT, RJ E SP). “O ES é um estado muito importante para a economia brasileira, mas fundamental para o setor de transportes e cargas, já que o seu interior tem alta importância em atividades de mineração, agricultura, petróleo e gás offshore e outras indústrias, além de oferecer boas ligações rodoviárias federais e estaduais para chegar a essas localidades”, comenta Guilherme Araújo, porta-voz do Consórcio Pedras Verdes.

Além disso, o ES está prestes a ser o primeiro do país a implementar o Cercamento Eletrônico, um projeto público inovador que reunirá, em uma única plataforma integrada e amplamente compartilhada, um sistema com foco na otimização do monitoramento de trânsito, fazendário, ambiental e de segurança pública nas rodovias e vias estaduais, que será um grande aliado do setor público, mas, também, facilitará o dia a dia das empresas e condutores, oferecendo mais segurança e confiabilidade no transporte e monitoramento de cargas. “Esse é um projeto de grande importância não só para o setor público, mas para a sociedade capixaba como um todo, pois se trata de um importante avanço no combate a crimes, como, por exemplo, roubos de cargas, descaminho, sonegação fiscal, entre outros. Além disso, haverá diversos outros benefícios para a sociedade, como o combate ao excessos e carga, que danifica o pavimento e reduz a vida útil das rodovias”, comenta Araújo.

 

fonte: LIDE Multimídia

(41)3016-8083

Sobre Direto Noticias

Portal Direto Noticias - Imparcial, Transparente e Direto. https://diretonoticias.com.br - Notícias de Guarapari, ES e Brasil. Ative as notificações ao entrar e torne-se um seguidor. Caso prefira receber notícias por email, inscreva-se em nossa Newsletter, ou em nossas redes.

Veja Também

Companhia aérea revela beliches

Companhia aérea revela beliches para passageiros da classe econômica

Dormir no avião deve ficar mais acessível, mas é em beliche. A Air New Zealand …