Guarapari: Médica politiza Ivermectina em UPA

Em Guarapari, ES, uma Médica politizou a Ivermectina e a Hidroxicloroquina, durante um atendimento no UPA, do bairro Ipiranga. Durante a consulta inicial após a triagem, a médica chamou de “placebo”, os remédios que curaram milhões de pessoas, no Brasil e no mundo.

Em resumo, para piorar a situação, a médica mandou o paciente para o posto de saúde, mesmo sabendo que o mesmo estava fechado, em pleno domingo. O episódio ocorreu ontem (24/07), após um paciente precisar de um exame de Colesterol. Segundo a médica que aparentava ser recém formada, o UPA não fornece exame de colesterol, e o atendimento simplesmente terminou dessa forma: “vá para o posto de saúde, porque aqui não tem exame de colesterol.”

Nesse caso, de domingo para segunda, o paciente pode morrer tranquilamente em sua residência. Isso, já que esperar pela abertura do posto na segunda-feira, pode ser tarde demais. Ainda, segundo informações, o aparelho de Eletrocardiograma do UPA também pede socorro. O paciente, ainda saiu sem nenhum tipo de remédio em mãos, mesmo com pressão baixa e sintomas de infarto.

Em conclusão, infelizmente a nova geração de graduados em medicina, tem sido composta por militantes de Esquerda, ao invés de médicos. E como sabemos todos, militante não gosta de trabalhar, para piorar. Fica a dica: Politizar remédio não é um ato médico. Mas sim político-ideológico-partidário.

Abaixo, uma evidência do atendimento de ontem:

Compartilhe essa publicação, clicando nos botões abaixo:

Sobre Redação

Portal Direto Noticias - Imparcial, Transparente e Direto | https://diretonoticias.com.br | Notícias de Guarapari, ES e Brasil. Ative as notificações ao entrar e torne-se um seguidor. Caso prefira receber notícias por email, inscreva-se em nossa Newsletter, ou em nossas redes:

Veja Também

O Poder das Cores no Marketing: Como Elas Influenciam o Sucesso da Marca.

O Poder das Cores no Marketing

As cores têm um impacto inconsciente em nosso cotidiano. Seja na escolha de uma roupa, …