Índice de atividades turísticas cresce 42% de janeiro a julho

                  Praia de Peracanga, em Guarapari/ES
A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgada pelo IBGE na terça-feira (13/09) apontou aumento nas atividades turísticas em 2022. No indicador acumulado de janeiro a julho deste ano, o agregado especial de atividades do setor turístico mostrou expansão de 41,9% frente a igual período de 2021. O índice positivo foi impulsionado pelos aumentos de receita obtidos por empresas de transporte aéreo e rodoviário de passageiros, restaurantes, hotéis, locação de automóveis, e serviços de bufê.

Foram avaliados o índice de 12 locais: Santa Catarina, Espírito Santo, Paraná, São Paulo, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Pernambuco, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Regionalmente, todas as 12 unidades da federação registraram taxas positivas, tendo destaque os ganhos vindos de São Paulo (47,7%), Minas Gerais (67,1%), Rio de Janeiro (22,2%), Rio Grande do Sul (56,6%) e Bahia (38,2%).

Na comparação entre julho de 2022 e julho de 2021, o índice de volume de atividades turísticas no Brasil apresentou expansão de 26,5%, o que representou a 16ª taxa positiva seguida, sendo impulsionado, principalmente, pelo aumento na receita de empresas que atuam em restaurantes, transporte aéreo, hotéis, locação de automóveis, rodoviário coletivo de passageiros, e serviços de bufê. Nesse período, em termos regionais, todas as doze unidades da federação também mostraram avanço nos serviços voltados ao turismo, com destaque para São Paulo (34,6%), Minas Gerais (38,7%), Rio de Janeiro (12,2%), Rio Grande do Sul (32,0%) e Paraná (33,9%).

A pesquisa ainda mostrou que, na comparação mensal, as atividades cresceram 1,5% em julho. A contribuição positiva mais relevante ficou com São Paulo (4,6%), seguido por Santa Catarina (9,6%), Rio de Janeiro (2,0%) e Paraná (4,6%). Segundo análise da PMS, tiveram um bom desempenho em julho os setores de hotéis, restaurantes e transporte aéreo, impulsionados pelas férias do meio do ano, a diminuição de desemprego e o crescimento econômico no segmento de turismo de lazer e negócios.

PMS

A Pesquisa Mensal de Serviços produz indicadores que permitem acompanhar o comportamento conjuntural do setor de serviços no país, investigando a receita bruta de serviços nas empresas formalmente constituídas, com 20 ou mais pessoas ocupadas, que desempenham como principal atividade um serviço não financeiro, excluídas as áreas de saúde e educação. Há resultados para o Brasil e todas as unidades da Federação.

 

fonte: Ministério do Turismo

Compartilhe essa publicação, clicando nos botões abaixo:

Sobre Redação

Portal Direto Noticias - Imparcial, Transparente e Direto | https://diretonoticias.com.br | Notícias de Guarapari, ES e Brasil. Ative as notificações ao entrar e torne-se um seguidor. Caso prefira receber notícias por email, inscreva-se em nossa Newsletter, ou em nossas redes:

Veja Também

Bitcoin encerra primeiro semestre com valorização de 44% em dólar

Bitcoin encerra primeiro semestre com valorização de 44% em dólar

O bitcoin foi um dos ativos com melhor desempenho no primeiro semestre de 2024. Até …