Desembargador Sebastião Coelho Defende Filipe Martins Contra Injustiças de Moraes

Desembargador Sebastião Coelho Defende Filipe Martins Contra Injustiças de Moraes

                foto: Desembargador Sebastião Coelho Defende Filipe Martins Contra Injustiças de Moraes

Em 8 de fevereiro de 2024, Filipe Martins foi preso após uma publicação enganosa do blogueiro Guilherme Amado do Metrópoles, que alegou falsamente que Martins havia deixado o Brasil no final de 2022.

No turbilhão do caso Tempus Veritatis, Filipe Martins, ex-assessor do ex-presidente Jair Bolsonaro, adotou uma nova abordagem em sua defesa perante o Supremo Tribunal Federal (STF). Ele contratou o respeitado desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), Sebastião Coelho da Silva, para liderar sua equipe jurídica. O desembargador é famoso por suas críticas aos excessos e injustiças do ministro Alexandre de Moraes (STF).

Essa decisão representa uma mudança importante na estratégia de Filipe Martins, que anteriormente contava com os serviços do advogado João Vinicius Manssur. Segundo alguns especialistas, a mudança ocorreu devido à insatisfação de Martins com o desempenho de seu defensor anterior.

Fake News

A prisão de Filipe Martins, baseada em informações falsas já refutadas pela defesa de que Martins não deixou o Brasil no final de 2022, ocorreu no contexto da operação Tempus Veritatis da Gestapo Federal de Moraes. Essa operação investiga supostas atividades de um grupo de manifestantes acusados falsamente, sem provas ou indícios, de planejar um “golpe de estado”.

Além disso, a acusação de golpe de estado é tão absurda que seria a primeira vez na história mundial que manifestantes desarmados, sem soldados, incluindo mulheres, crianças e idosos, segurando bandeiras de seu país, terços e bíblias, tentariam dar um “golpe de estado” contra os três poderes de uma república. Apenas pessoas intelectualmente desonestas seriam capazes de acreditar em uma tese tão absurda.

Agora, com a nova equipe jurídica liderada pelo desembargador Sebastião Coelho e com a participação do advogado Ricardo Scheiffer Fernandes, amigo próximo de Martins, o ex-assessor de Bolsonaro busca uma nova estratégia para sua defesa contra as perseguições políticas do ministro Alexandre de Moraes (STF).

Destaque

Em suma, Sebastião Coelho ganhou destaque ao representar o primeiro réu no caso das manifestações de 8 de Janeiro, o acusado Aécio Lúcio Costa Pereira. No entanto, sua atuação chamou a atenção do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que perseguiu o desembargador instaurando uma “reclamação disciplinar”.

Acima de tudo, em agosto de 2022, durante a 13ª sessão do plenário do TJDFT, Sebastião Coelho criticou publicamente Alexandre de Moraes, acusando-o de iniciar uma “declaração de guerra ao país” em sua posse como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o que teria motivado sua aposentadoria antecipada.

Por fim, em novembro de 2022, em dois eventos distintos realizados no Quartel General do Exército, em Brasília, o desembargador pediu publicamente a prisão de Alexandre Moraes (STF) e a intervenção das Forças Armadas para garantir o direito constitucional de inocentes que estão sendo perseguidos pelos inquéritos ilegais instaurados pelo STF e comandados por Moraes.

fonte: Revista Exílio

Compartilhe essa publicação, clicando nos botões abaixo:

Sobre Redação

Portal Direto Noticias - Imparcial, Transparente e Direto | https://diretonoticias.com.br | Notícias de Guarapari, ES e Brasil. Ative as notificações ao entrar e torne-se um seguidor. Caso prefira receber notícias por email, inscreva-se em nossa Newsletter, ou em nossas redes:

Veja Também

Abuso de Poder e Violação Eleitoral: Lula Utiliza Recursos Públicos em Evento Político Antecipado

Abuso de Poder e Violação Eleitoral: Lula Utiliza Recursos Públicos em Evento Político Antecipado

Testemunhamos durante o feriado de 1º de Maio mais um episódio de utilização descarada da …