Equador Declara Novo Estado de Exceção em Sete Províncias

Equador Declara Novo Estado de Exceção em Sete Províncias

O governo do Equador, liderado pelo presidente Daniel Noboa, anunciou na última quarta-feira, 22 de maio, a implementação de um novo estado de exceção em sete das 24 províncias do país, além de parte de outra região. A decisão foi justificada pelo aumento da criminalidade nessas áreas, conforme explicado por Noboa em um vídeo publicado na plataforma X, anteriormente conhecida como Twitter.

Noboa afirmou que, desde o início do combate aos grupos terroristas em 9 de janeiro, o país estava em um estado de caos generalizado. Naquela ocasião, foi decretado um estado de exceção em todo o território nacional, seguido pelo estado de conflito armado interno. “Em cinco meses, conseguimos devolver a paz aos equatorianos,” destacou o presidente, enfatizando os avanços obtidos desde então. “Hoje, nos encontramos em uma segunda etapa da guerra,” completou.

De acordo com o presidente, as facções criminosas, pressionadas pela ofensiva das forças federais, refugiaram-se nas províncias de Los Ríos, Guayas, Santa Elena, Manabí, El Oro, Sucumbíos e Orellana, além de parte de Azuay. Noboa ressaltou a importância de não perder os progressos alcançados e explicou que o estado de exceção está focado nas províncias que mais necessitam de liberdade de ação por parte das Forças Armadas e da Polícia Nacional.

60 dias de terror, contra o crime

O novo estado de exceção terá uma duração de 60 dias. Durante este período, as forças de segurança estarão autorizadas a entrar em residências e interceptar correspondências sem a necessidade de autorização judicial prévia. Esta medida visa intensificar o combate ao crime e garantir a segurança da população nas áreas mais afetadas pela criminalidade.

Desde o início de sua presidência, Noboa tem adotado uma postura firme contra o crime organizado. A primeira etapa da sua estratégia envolveu uma ofensiva ampla e generalizada, que resultou em melhorias significativas na segurança pública. No entanto, com a mudança das táticas dos grupos criminosos, tornou-se necessário ajustar a abordagem governamental para lidar com as novas ameaças de maneira eficaz.

O presidente destacou que o sucesso da primeira fase da campanha contra o crime se deve ao apoio incondicional das forças de segurança e à cooperação da população. “O apoio dos cidadãos é fundamental para a manutenção da ordem e da paz,” afirmou. Noboa também agradeceu às Forças Armadas e à Polícia Nacional pelo seu empenho e dedicação na luta contra o crime.

Com a declaração do novo estado de exceção, o governo equatoriano espera aumentar ainda mais a pressão sobre as facções criminosas e neutralizar suas atividades. A medida permite que as forças de segurança realizem operações mais incisivas e abrangentes, sem os obstáculos legais que poderiam atrasar suas ações.

O Equador e o Crime Organizado

Em resumo, a nova fase da guerra contra o crime no Equador marca um momento decisivo na luta pela segurança e estabilidade do país. O presidente Noboa e seu governo estão determinados a erradicar as atividades criminosas e assegurar um ambiente seguro para todos os equatorianos. A implementação do estado de exceção é uma resposta direta às necessidades de segurança das províncias mais afetadas e uma demonstração do compromisso do governo com a proteção da sua população.

O sucesso desta nova fase dependerá não apenas das ações das forças de segurança, mas também da colaboração contínua da população e da comunidade internacional. A união de esforços é essencial para enfrentar e vencer os desafios impostos pelo crime organizado. O Equador, sob a liderança de Noboa, está dando passos firmes e decisivos rumo a um futuro mais seguro e próspero para todos os seus cidadãos.

A população equatoriana, apesar dos desafios enfrentados, tem mostrado resiliência e determinação. A confiança nas medidas adotadas pelo governo e o apoio às ações das forças de segurança são fundamentais para garantir que os avanços na luta contra o crime sejam sustentáveis e duradouros.

Por fim, a expectativa é que, com a implementação do novo estado de exceção, o Equador consiga alcançar um nível de segurança e estabilidade que permita o desenvolvimento pleno de suas potencialidades. O compromisso do presidente Noboa em proteger e servir o seu povo permanece inabalável, e as ações tomadas refletem essa dedicação. A guerra contra o crime está longe de terminar, mas cada passo dado na direção certa aproxima o país de uma vitória definitiva sobre as forças que ameaçam a paz e a segurança da nação.

Compartilhe essa publicação, clicando nos botões abaixo:

Sobre Redação

Portal Direto Noticias - Imparcial, Transparente e Direto | https://diretonoticias.com.br | Notícias de Guarapari, ES e Brasil. Ative as notificações ao entrar e torne-se um seguidor. Caso prefira receber notícias por email, inscreva-se em nossa Newsletter, ou em nossas redes:

Veja Também

Confira Cinco Mitos sobre a Liderança

Confira Cinco Mitos sobre a Liderança

A liderança é uma qualidade desejada e necessária em qualquer organização, mas existem algumas ideias equivocadas …