Icônico NVe Cisne Branco (U-20), em Guarapari – ES

Desde já, chegou às lindas e cálidas águas litorâneas de Guarapari, no Espírito Santo, o Navio Escola de Marinha do Brasil, NVe Cisne Branco (U-20). E com toda a sua majestade e encanto, fundeou âncora precisamente no centro da bela e tranquila enseada da Praia do Morro.


Do mesmo modo, majestosamente se pôs a ficar servindo como mais um instantâneo maravilhoso, como um verdadeiro cartão postal, que indubitavelmente ajudou a embelezar ainda mais, a paisagem já linda, do recorte geográfico da Praia do Morro, como se fosse uma pintura viva, em que se somava as maravilhas das belezas locais, desse inigualável litoral, tão cheio de belezas indescritíveis e maravilhosas. E que como sabemos, e dotado maravilhosamente, com uma fauna marinha, dentre as mais ricas e biodiversidade do mundo.

Logo depois, já ao surgirem os primeiros raios de sol do amanhecer da manha seguinte, assim como também durante todo o sábado 12 de dezembro de 2020, o NVe Cisne Branco (U-20), se encontrava majestosamente ancorado ao centro da enseada da Praia do Morro, que é uma das mais famosas do litoral, não apenas espírito santense, mas também, uma das mais lindas e famosos praias do litoral brasileiro. Parado e fundeando ao centro da Enseada, embelezando de forma singular o visual para os turistas, moradores e principalmente dos banhistas. E esses que por sinal, tanto ficavam encantos com a presença exuberante, do magnífico e histórico navio. cuja a historia é tão relevante para as tradições historia da gloriosa marinha de Tamandaré. No entanto, para a tristeza geral de grande parte dos admirados da temática, e assim como a dos apreciadores de lindas paisagem, o Navio Escola de Marinha do Brasil, NVe Cisne Branco (U-20), no domingo dia 13 de Dezembro de 2020, já não se fazia mais presente na enseada da maravilhosa e Linda Praia do Morro em Guarapari.

Frequentemente, mais conhecido popularmente como Cisne branco, a bela nave marítima, é um Navio Veleiro da Marinha de Guerra do Brasil, atuando entre uma de suas atribuições, com a função de navio escola, e também navio de diplomacia militar, assim como a de relações publicas da Marinha e do Brasil, viajando o mundo todo, não apenas treinado os futuros oficiais da Marinha do Brasil, mas também levando a bandeira nacional, representado o Brasil em várias parte do mundo a fora.

Uma outra de suas funções e missões, é a de representar o Brasil nos eventos náuticos tanto nacionais quanto internacionais, divulgando tanto no universo militar, quanto no universo civil, a mentalidade marítima, na sociedade civil Brasileira, em vários dos países amigos a serem visitados. Além é claro, de preservar as mais nobres e honoráveis tradições navais. E além disso, ocasionalmente também, é utilizado como Navio Escola.

Todavia, o projeto desse ícone da Marinha do Brasil, foi inspirado nos navios dos Clippers construídos no final do século XIX. Além do mais, a referida embarcação, foi devidamente encomendada pela Marinha do Brasil, para as comemorações dos 500 anos do descobrimento do Brasil, e foi construído no estaleiro Holandês da Damen Shipyard, em um tempo recorde, de um ano e três meses, e teve a quilha batida (batizado) no dia 9 de novembro de 1998, e sendo lançado ao mar, no dia 4 de agosto de 1999. Sendo entregue no dia 4 de fevereiro de 2000, e incorporado à Armada Nacional, em 9 de março de 2000, no dia da largada da Regata Internacional Comemorativa aos 500 Anos do Descobrimento do Brasil, ocorrida em Lisboa, Portugal. No mesmo dia comemorativo, da partida da esquadra capitaneada por Pedro Álvares Cabral, no intuito de buscar um caminho português para as Índias. Parando Cabral sua esquadra comitiva, justamente na costa Brasileira.

Nesse sentido, essa atual embarcação, o NVe Cisne Branco (U-20),  a terceira embarcação, e o segundo veleiro a ostentar esse nome na Armada Brasileira, justamente em homenagem ao Hino da Marinha Brasileira, exatamente com esse mesmo título homônimo.

Da mesma forma, em Heráldica (a ciência termo que se refere, simultaneamente à ciência e à arte de descrever os brasões de armas ou escudos; figuras). O cisne significa uma feliz travessia e um bom augúrio (profecia ou pressagio, feita pelos augires, sacerdotes romanos, a partir do canto e voo das aves.)

O NVe Cisne Branco (U-20), e o seu navio gêmeo, o Stand Amsterdã.


Características

Comprimento total: 76,00 m

Boca (largura): 10,50 m

Calado: 4,80 m

Deslocamento: 1 038 t

Altura do mastro grande: 46,40 m

Armação: galera

Área vélica (máxima): 2 195 m²

Velas redondas: 15

Velas latinas: 10 (9 Stay sails – 1 Spanker)

Velas auxiliares: 6 (Stun Sails)

Vela de mau tempo: 1

Velocidade máxima a vela: 17,5 nós (32 km/h)

Propulsão auxiliar: 1 motor diesel 1001hp a 1800 rpm (equipado com Bow-Thruster.)

Velocidade máxima a motor: 11 nós (20 km/h)

Sensores: 1 radar de navegação Furuno FR 1510 Mk-3

Emprego: representação e instrução

Tripulação:

Comandante; Capitão-de-Mar-e-Guerra

Oficialidade: 9

Guarnição: 41

Tripulantes em treinamento: 31

Dessa forma, em conclusão, apresentamos a belíssima canção da marinha de Guerra do Brasil “Cisne Branco”:

Sobre Marcelo de Medeiros

Articulista no portal Direto Notícias - Todo o conteúdo criado e publicado por mim, é de minha inteira responsabilidade. Artigos de opinião e notícias checadas e publicadas por mim, não expressam necessariamente a opinião do Direto Notícias, ou sua posição.

Veja Também

HTC: Conheça o smartphone focado no metaverso

HTC: Conheça o smartphone focado no metaverso

O Smartphone da HTC também chegou no metaverso. Chamado de Desire 22 Pro, o novo …