Situações que você não precisa passar possuindo um seguro auto

As pessoas costumam achar que situações ruins acontecem com todos, menos com elas. No entanto, ninguém está imune de passar por dificuldades, ainda mais quando se trata de questões de trânsito e imprevistos com o carro.

Acidentes e mau funcionamento do veículo são suscetíveis a acontecer com qualquer motorista, e é por isso que o seguro é tão recomendado.

O problema é que tem gente que não está disposta a pagar por essa proteção e prefere contar com a sorte. É neste momento que algum acontecimento desagradável pode ocorrer e o custo para arcar com os prejuízos são bem maiores.

Se você ainda não está convencido de que um seguro para o seu carro é importante, veja abaixo como esse serviço pode te salvar de verdadeiras enrascadas.

Batidas e acidentes

Bater o carro é aquele desespero. Mesmo quando ninguém, felizmente, não se machuca, as dúvidas surgem na hora. Como resolver a situação? É necessário acionar a polícia? Quem vai pagar pelos danos? Onde o conserto será realizado?

Os motoristas segurados não precisam entrar em pânico. O primeiro passo recomendado é que tirem fotos do estado do veículo, só para que isso fique registrado. Se outro condutor estiver envolvido, procure saber seu nome completo, dados pessoais e placa do carro.

Com isso, já é possível fazer um boletim de ocorrência. Se não quiser ir até uma delegacia no momento, pode registrar o BO pela internet, mas ainda precisará ir a um posto da polícia militar para checar todas as informações.

Com o BO feito, é hora de comunicar o sinistro à seguradora, que indicará todos os passos necessários.

A operadora providencia a indenização de acordo com os danos, indicando uma oficina parceira para realizar o conserto ou ressarcindo o segurado em dinheiro. O seguro também se responsabiliza em casos de perda total.

Manutenção

Se o seu pneu furar ou a bateria morrer no meio da estrada, você não precisará ligar para amigos e parentes ou depender da bondade de estranhos que passam pelo local.

Tudo o que os motoristas segurados têm que fazer é acionar a seguradora para que um profissional qualificado seja enviado e ajude com o problema. Não importa a hora: a assistência funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Vale para tudo: guincho, problemas elétricos, vidros quebrados, danos no motor ou lataria… E nem precisa ser uma situação emergencial.

Se você está em casa e percebeu que o carro está fazendo um barulhinho estranho, pode contatar a operadora para uma avaliação. Se necessário, a manutenção será providenciada rapidamente.

Assim, você não precisa ficar gastando com idas à oficina. Todos os reparos já estão garantidos no valor das mensalidades.

Roubos e furtos

As seguradoras também oferecem suporte no caso de situações criminosas, como roubos e furtos.

É desconsolador voltar ao lugar em que você estacionou e perceber que o seu carro não está mais lá. Mesmo após o registro do boletim de ocorrência, as chances de achar o veículo são pequenas. E mesmo se encontrar, é possível que o veículo esteja depredado.

Quem não é segurado tem motivos de sobra para se chatear. O prejuízo é grande e conseguir comprar outro carro pode demorar um pouco.

Em casos assim, as seguradoras têm um prazo de até 30 dias para reembolsarem o motorista depois que a vistoria é feita. Isso vale para perda total e possíveis danos nos veículos.

Alguns planos também cobrem o valor de objetos que estavam dentro do veículo, especialmente eletrônicos  – celulares, computadores, tablets, etc.

Fenômenos da natureza

O Brasil não tem muitos problemas com fenômenos naturais como outros países, com terremotos e furacões, mas ainda é bastante castigado pelas chuvas durante todo o ano, principalmente no verão.

Temporais muito fortes podem provocar enchentes, desabamentos de terra e queda de raios e árvores. Se o seu carro estiver no meio, as chances de estragos são muito grandes.

O contato com muita água, por exemplo, pode acarretar em panes irreversíveis na parte mecânica e/ou elétrica. Se uma árvore ou um poste cair sobre o veículo, a estrutura fica seriamente comprometida. Como já deve imaginar, o conserto não é nem um pouco barato.

As operadoras já estão preparadas para isso e disponibilizam planos para ressarcir os condutores dentro de alguns dias.

Como saber o que o seguro cobre?

Isso depende do seu contrato. As seguradoras têm um catálogo de planos com diversas coberturas.

Alguns contratos são mais simples e cobrem apenas acidentes e roubos. Outros já são mais completos e dão suporte para outros sinistros, como danos morais e corporais, assistência 24 horas, cobertura para objetos transportados, incêndio, danos a terceiros, etc.

Fica a critério do motorista encontrar as empresas que melhor atendem suas necessidades e escolher o plano de seguro auto que mais se adequa à sua realidade.

Se você acredita que seguros para carro são muito caros, saiba que já existem opções no mercado que cobram valores justos pelos serviços prestados, que não pesam demais no bolso e ainda te salvam de verdadeiros sufocos.

Além disso, as mensalidades são bem menores do que ter que arcar com danos ao seu veículo. No final das contas, contratar um seguro é uma forma extremamente eficiente de poupar dinheiro e dirigir sem grandes preocupações.

fonte: SEO Marketing

Sobre Direto Noticias

Portal Direto Noticias - Imparcial, Transparente e Direto. https://diretonoticias.com.br - Notícias de Guarapari, ES e Brasil. Ative as notificações ao entrar e torne-se um seguidor. Caso prefira receber notícias por email, inscreva-se em nossa Newsletter, ou em nossas redes.

Veja Também

Samarco: Programa Força Local 2022

SAMARCO: Programa Força Local 2022 está marcado

A SAMARCO acaba de formalizar o convite, para o novo Programa Força Local 2022. O …