Aberta Chamada Pública de R$6 milhões para ações de ciência cidadã e divulgação científica

                 São contempladas duas linhas de pesquisa, sendo que cada linha contará contar com recursos de R$3 milhões
O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), publicou na terça-feira (23/08) a ‘Chamada CNPq/MCTI-FNDCT Nº 61/2022 – Ciência Cidadã e Divulgação Científica: Programa Ciência no Mar, Ciência Antártica e Ações Nacionais voltadas à Década das Nações Unidas da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável’. As propostas de projetos deverão ser submetidas até 30 de setembro de 2022.

O edital tem por objetivo promover a divulgação da ciência e do conhecimento para públicos-alvo de destaque para os objetivos do Programa Ciência no Mar e Ciência Antártica, por meio de ações para ciência na escola; ciência cidadã e divulgação científica.

O valor global da chamada é de R$6 milhões. São contempladas duas linhas de pesquisa, sendo que cada linha contará com recursos de R$3 milhões.

A linha temática de ‘Divulgação Científica’ é voltada para projetos de pesquisa que contemplem a produção jornalística, artística, educacional e acadêmica, bem como a organização de eventos de divulgação científica e cursos de extensão.

A linha temática para ‘Ciência Cidadã’ financiará o desenvolvimento de projetos científicos de pesquisa cujo objetivo seja a inclusão da sociedade na observação, coleta e análise de dados de forma contributiva, colaborativa ou em co-criação. Também podem ser apoiados projetos que permitam planejamento de programas públicos de ciência cidadã.

Independente da linha de pesquisa escolhida, a proposta deverá abordar os programas Ciência no Mar e Ciência Antártica.

O Programa Ciência Antártica, tem por objetivo a produção de conhecimento científico sobre a Antártica, e suas relações com o restante do sistema climático global, envolvendo a criosfera, oceanos, atmosfera e biosfera.

O Programa Ciência no Mar realiza a gestão da ciência brasileira relacionada ao oceano, alinhada com as principais agendas internacionais, em especial os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), e tem duração prevista até 2030. O programa está organizado em seis linhas temáticas transversais: gestão de riscos e desastres; mar profundo; zona costeira e plataforma continental; circulação oceânica, interação oceano-atmosfera e variabilidade climática; tecnologia e infraestrutura para pesquisas oceanográficas; e biodiversidade marinha e seus produtos.

No âmbito do Programa Ciência no Mar, executa-se a Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável pelas Nações Unidas, a ser implementada de 2021 a 2030, buscando cumprir os compromissos da Agenda 2030.

Cada proposta aprovada, independente da linha, poderá receber financiamento entre R$300 mil e R$1 milhão.

Em busca por fomentar a equidade de gênero, o edital também prevê que pelo menos 30% dos recursos serão destinados a projetos cuja coordenação seja exercida por uma pesquisadora.

Saiba mais sobre os programas acessando os documentos neste link.

Acesse a íntegra da chamada neste link.

 

fonte: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações

Compartilhe essa publicação, clicando nos botões abaixo:

Sobre Redação

Portal Direto Noticias - Imparcial, Transparente e Direto | https://diretonoticias.com.br | Notícias de Guarapari, ES e Brasil. Ative as notificações ao entrar e torne-se um seguidor. Caso prefira receber notícias por email, inscreva-se em nossa Newsletter, ou em nossas redes:

Veja Também

TVs com Tecnologias Incríveis para Você Curtir Partidas Esportivas

TVs com Tecnologias Incríveis para Você Curtir Partidas Esportivas

Está se aproximando o momento mais aguardado do ano para entusiastas de esporte – com …