Seminário discute combate a maus-tratos de cães e gatos

           Evento será promovido pelo Ministério do Meio Ambiente na terça-feira (14), em Brasília. Participarão representantes dos governos federal, estaduais e municipais, Poder Legislativo, sociedade civil e setor privado.

Alguns casos que serão expostos no evento: Problema 1 – Cães e gatos são encontrados mortos em congeladores e sacos de ração, em maio deste ano, numa chácara, em Brazlândia, cidade a 40 km de Brasília. O local funcionava como abrigo de animais. Vizinhos que fizeram vídeo contaram à polícia que os responsáveis pelo local maltratavam os bichos e os teriam deixado morrer de fome.

Problema 2 – Em Santa Rosa, no Rio Grande do Sul, treze cachorros e dois gatos de rua são mortos por envenenamento. O fato ocorreu em março e chocou a comunidade do Loteamento Aparecida. Imagens de vídeo mostram os animais mortos uns sobre os outros, num terreno baldio, alguns ainda agonizantes.

Problema 3 – Um cachorro é abandonado em uma estrada no interior de São Paulo. Em imagens captadas por uma câmera de segurança, um homem é visto parando o carro na estrada Benvenuto Parise, no bairro do Breu, na cidade de Jarinu. Ele desce, abre o porta-malas e tenta tirar o bicho. Em seguida, outras duas pessoas também descem e o ajudam a colocar o cachorro na beira da estrada. O grupo entra no veículo, deixa o cão do lado de fora e vai embora. O animal ainda tenta correr atrás do carro, sem sucesso.

Casos como esses de maus-tratos, abandono e até de mortes provocadas por envenenamento contra cães e gatos são mais comuns do que se imagina. Para discutir essa questão, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) promove, na próxima terça-feira (14), no auditório do Ibama, em Brasília, o I Seminário Nacional de Proteção e Bem-estar de Cães e Gatos – Ações e Perspectivas (confira abaixo a programação).

O objetivo é discutir iniciativas de órgãos governamentais (União, estados e municípios), entidades da sociedade civil e setor privado relativas à proteção e ao bem-estar de cães e gatos maltratados, abandonados e em situação de vulnerabilidade no país. Participarão representantes dos governos federal, estaduais e municipais, Poder Legislativo, sociedade civil e setor privado.

O número de cães e gatos abandonados cresceu muito durante a pandemia. O que era motivo de preocupação de alguns municípios virou um problema nacional. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que existam cerca de 20 milhões de cães e 10 milhões de gatos soltos pelas ruas das cidades brasileiras. Além de sofrerem todo tipo de maus-tratos, os animais transmitem doenças para as pessoas e afetam a qualidade do meio ambiente.

No seminário, serão abordadas propostas para contornar o problema, como controle populacional de cães e gatos por meio de castração em clínicas ou unidades móveis, ações de atenção veterinária em hospitais, microchipagem, campanhas de vacinação contra zoonoses, guarda responsável, incentivos à adoção e formação de parcerias entre órgãos governamentais e abrigos e lares mantidos pela sociedade civil.

“Combater o problema é fundamental, mas, mais importante ainda, é evitar que ele ocorra. Para isso, é preciso fazer todo um trabalho de conscientização de guarda responsável, campanhas educativas para que as pessoas adotem todos os cuidados com os seus cães e gatos. Não adianta fazer uma ação pontual sem que a sociedade abrace essa causa”, diz Bernardo Broetto, chefe da Coordenação-Geral Nacional de Proteção e Defesa Animal (CGPRO), do MMA, organizadora do evento.

A CGPRO/MMA foi criada há cerca de dois anos. Tem o objetivo de definir diretrizes, prioridades, programas e projetos, para o aprimoramento das ações em defesa dos cães e gatos no país, em parceria com os estados e municípios, além das organizações não governamentais e da iniciativa privada.

I Seminário Nacional de Proteção e Bem-estar de Cães e Gatos
Data: Dia 14 de junho (próxima terça-feira), das 9h às 17h30
Local: Auditório da sede nacional do Ibama, em Brasília (SCEN Trecho 2)

O seminário será transmitido ao vivo pela internet, no canal do youtube do MMA (https://www.youtube.com/user/mmeioambiente). Para participar presencialmente, é preciso solicitar inscrição pelo e-mail cgpro@mma.gov.br até às 18h da segunda-feira. A confirmação depende da lotação do auditório do Ibama.

Programação:

PAINEL 1 – Pensando Políticas Públicas

9h – Recepção e Boas-vindas

9h30 às 9h45 – Abertura: Secretária de Biodiversidade do MMA, MSc. Beatriz Milliet

9h50 às 10h05 – Palestra: O papel e as perspectivas do Poder Legislativo na promoção da proteção e bem-estar animal.

Palestrante: A confirmar

10h10 às 10h25 – Palestra: Ações do Legislativo Mineiro na Proteção e Bem-Estar Animal no Estado

Palestrante: Deputado Estadual Noraldino Júnior (Deputado Estadual da Assembleia Legislativa de MG)

10h30 às 10h50 – Palestra: A CGPRO e a Proteção e o Bem-Estar de Cães e Gatos no País: Ações e Perspectivas.

Palestrante: Sr. Bernardo Simões Broetto (Coordenador-Geral Nacional de Proteção e Defesa Animal)

10h55 às 11h15 – Palestra: O Estado como indutor de políticas públicas nos entes municipais.

Palestrante: Dra. Marília Carvalho de Melo (Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais).

11h20 às 11h40 – Palestra: Panorama geral das atribuições e ações desenvolvidas pelas Unidades de Vigilância de Zoonoses-UVZ.

Palestrante: Dr. Denizard Andre de Abreu Delno, integrante do Grupo Técnico Saúde Única, representando a Coordenação-geral de Vigilância de Zoonoses e Doenças de Transmissão Vetorial do Ministério da Saúde.

11h45 às 12h05 – Palestra: O Papel das Organizações da Sociedade Civil como atores complementares nas ações de gestão pública de bem-estar de Cães e Gatos

Palestrante: Sr. Henrique Carvalho (Dirigente da ONG Anjinhos da Rua , Peruíbe – SP).

12h05 às 14h – Intervalo para almoço

PAINEL 2 – Boas-Práticas

14h às 14h20 – Palestra: Implementação da Rede de Proteção Animal na Cidade de Curitiba – Registro Animal como ferramenta de combate aos maus-tratos.

Palestrante: MSc. Edson Ferraz Evaristo de Paula (Diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna).

14h25 às 14h45 – Palestra: Conhecendo o Programa selo de Delegacia Amiga dos Animais – PolíciaCivil do Rio grande do Sul.

Palestrante: Delegado Fábio Motta Lopes (Chefe da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul) e Delegado Ivair Matos Santos (Titular de Delegacia de Polícia portadora do selo “Delegacia Amiga dos Animais”)

14h50 às 15h10 – Palestra: Programas e Ações de Combate aos Maus-Tratos em Campinas/SP.

Palestrante: Sr. Rodrigo Antônio Pires (Coordenador de Gestão de Animais do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal de Campinas/SP.

15h15 às 15h35 – Palestra: O engajamento social para o combate aos maus-tratos de cães e gatos.

Palestrante: M.V MSc. Rosângela Gebara (Gerente de Projetos da ONG AMPARA Animal.

15h40 às 16h10 – Mesa-Redonda sobre Combate aos Maus-Tratos de Cães e Gatos: Ações e Ferramentas

Mediador: Dougllas Rezende

17h30 – Encerramento: Secretária de Biodiversidade do MMA, MSc. Beatriz Milliet

 

fonte: Ministério do Meio Ambiente

Sobre Direto Noticias

Portal Direto Noticias - Imparcial, Transparente e Direto. https://diretonoticias.com.br - Notícias de Guarapari, ES e Brasil. Ative as notificações ao entrar e torne-se um seguidor. Caso prefira receber notícias por email, inscreva-se em nossa Newsletter, ou em nossas redes.

Veja Também

Serra e Vitória: PF prende dois, com dinheiro falso nos Correios

A Polícia Federal realizou, no fim da tarde de ontem (27/06), a prisão em flagrante …