4 principais tipos de controle de acesso para empresas

              Especialista explica as soluções disponíveis no Brasil e quais equipamentos são mais adequados de acordo com cada ambiente da companhia.
O controle de acesso desempenha um papel fundamental na segurança de muitas empresas, permitindo que se restrinja ou conceda aos visitantes, colaboradores ou prestadores de serviço o acesso a locais ou recursos específicos.

O avanço cada vez mais rápido das tecnologias, proporciona às empresas diversas opções de controle de acesso, desde sistemas simples de senhas até mais sofisticados como leitura facial.

O especialista em soluções de controle de acesso e diretor da franquia ADD Time, Carlos Rojas, explica os tipos de sistemas disponíveis no Brasil e para qual ambiente são mais adequados.

1. Senhas

O controle de acesso por senha, em que cada usuário possui um código para acessar a área, é ideal para locais privativos como estoques, cofres e salas de acesso restrito.

Em empreendimentos comerciais e residenciais, também funciona como controle em portarias e recepções, tanto como método exclusivo de acesso como para completar a identificação.

2. Cartão de proximidade

O controle de acesso por cartão de proximidade é bastante utilizado em condomínios e empresas. A solução consiste em um dispositivo magnético que contém um código vinculado ao cadastro do usuário, possibilitando a entrada ao aproximar o cartão do display que faz a leitura dos dados.

Nessa opção é possível personalizar a marca da empresa ou ainda os dados do colaborador no cartão, funcionando também como um crachá. Em uma aplicação residencial, pode ser usado pelos moradores para liberação de portas e acesso as áreas comuns de um condomínio, como academia e piscina.

No cartão de proximidade é possível armazenar dados pessoais do usuário, como nome, número do documento de identificação e o nível de acesso concedido. Além disso, é possível revogar os privilégios de acesso, caso a visita tenha expirado ou o colaborador tenha sido desligado da companhia, por exemplo.

3. Biometria

O controle de acesso por biometria assegura a identificação do usuário a partir de uma característica única e pessoal, como a impressão digital.

Trata-se de um método seguro e eficiente, e ideal para situações de alto fluxo de pessoas, como portarias e recepções, uma vez que a leitura das digitais é um procedimento rápido.

As impressões digitais são cadastradas previamente e vinculadas a permissões, sejam elas temporárias ou permanentes.

?Existem equipamento biométricos que possuem recursos para eliminar riscos de fraude, como o do dedo de silicone, proporcionando mais segurança para a instalação?, explicou Carlos Rojas, da ADD Time.

4. Reconhecimento Facial

O controle de acesso por reconhecimento facial é o sistema mais moderno e avançado disponibilizado no mercado atualmente. A tecnologia permite a liberação do usuário a partir de um cadastrado prédio do seu rosto.

A ferramenta é capaz de verificar se se trata de um rosto de uma pessoa viva, se está em movimento ou ainda se é uma fraude, como uma foto da pessoa, por exemplo.

Todas as quatro soluções de controle de acesso são integradas com um software de gerenciamento que permite a gestão remota das permissões dos usuários.

Investir em segurança é a maneira mais eficaz de garantir a integridade física da instalação, dos clientes e colaboradores, além de proporcionar mais economia a longo prazo?, finalizou Rojas.

 

fonte: Franchise News

Sobre Direto Noticias

Portal Direto Noticias - Imparcial, Transparente e Direto. https://diretonoticias.com.br - Notícias de Guarapari, ES e Brasil. Ative as notificações ao entrar e torne-se um seguidor. Caso prefira receber notícias por email, inscreva-se em nossa Newsletter, ou em nossas redes.

Veja Também

10 profissões que podem sumir

10 profissões que podem sumir no Brasil por causa da tecnologia

Será que a sua profissão está com os dias contados no Brasil? Talvez. Isso porque, …