vacina russa em agosto

Vacina russa em Agosto contra Covid

Saúde

Isso mesmo: Vacina russa ainda em Agosto!

Primeiramente é a promessa da Rússia para o dia 10 de Agosto. Além disso, talvez tenha até hora marcada. Afinal, todos querem sair na frente, entrar para a história e ganhar dinheiro nessa corrida que é mundial. Isso tudo graças a China, que também está louca para ganhar dinheiro vendendo suas vacinas, contra um vírus que ela própria criou.

Vacina russa ainda em AgostoPara quem não lembra (ou tem memória curta), enquanto as Bolsas do mundo inteiro caíram fortemente, somando bilhões em prejuízos, a Bolsa da China simplesmente ficava positiva, com o país enriquecendo e comprando tudo a sua volta. O cúmulo do absurdo foi ver Chineses comprando Moinhos de trigo e Agro indústria aqui no Brasil, a fim nefasto de provavelmente deixar a nossa segurança alimentar nas mãos deles.

Em anúncio recente, o nosso governo deu a boa notícia da negociação de vacinas vindas de Oxford, Inglaterra. As 100 milhões de doses negociadas, inicialmente, deverão ser suficientes ao povo brasileiro, dando ainda uma “banana” para os chineses criadores de vírus.

 

Confira abaixo as fases obrigatórias de teste e monitoramento, que provavelmente a Vacina russa contra Covid deva estar passando, ou já passou:

 

  • Fase exploratória ou laboratorial: Fase inicial ainda restrita aos laboratórios. Momento em que são avaliadas dezenas e até centenas de moléculas para se definir a melhor composição da vacina.
  • Fase pré-clínica ou não clínica: Após a definição dos melhores componentes para a vacina, são realizados testes em animais para comprovação dos dados obtidos em experimentações in vitro.
  • Fase clínica: É a testagem do produto em seres humanos. Esta fase do processo se divide em três:
  • Fase 1 – a primeira etapa tem por objetivo principal testar a segurança do produto. São testados poucos voluntários, de 20 a 80, geralmente adultos saudáveis.
  • Fase 2 – a segunda etapa da testagem em seres humanos analisa mais detalhadamente a segurança do novo produto e também sua eficácia. Em geral, é usado um grupo um pouco maior, que pode chegar a centenas de pessoas.
  • Fase 3 – na última etapa o objetivo é testar a segurança e eficácia do produto especificamente no público-alvo a que se destina. Nesta etapa, o número de participantes pode chegar a milhares. Mesmo depois da aprovação, nova vacina continua sendo monitorada, em busca de eventuais reações adversas.

Por fim, na hora de tomar sua vacina, seja no público ou no particular, procure saber de onde veio sua vacina. Em suma, é muito importante rejeitarmos com todas as nossas forças, vacinas vindas de países não confiáveis como a China. O mundo terá vacina russa em agosto, mas será uma boa opção? Essa deverá ser a nossa preocupação daqui a alguns dias.

Afinal, vacinas chinesas foram anunciadas pelo governador (pouco confiável) de São Paulo a poucos dias atrás. Isso, para testes em brasileiros.

Portanto, a vacina de Oxford (Inglaterra) será nossa melhor opção.

E acima de tudo, não seja cobaia de testes da China (criadora do vírus) e fique ligado.

Sobre Direto Noticias

Portal Direto Noticias - Imparcial, Transparente e Direto. https://diretonoticias.com.br - Notícias de Guarapari, ES e Brasil. Ative as notificações ao entrar e torne-se um seguidor. Caso prefira receber notícias por email, inscreva-se em nossa Newsletter, ou em nossas redes.

Veja Também

Documento apresenta parâmetro para que gestores levem Internet adequada às escolas públicas

Qual a velocidade de banda larga ideal para garantir a realização de atividades pedagógicas nas …