Unidades de Saúde vão oferecer teste de hanseníase

        O Brasil será o primeiro país do mundo a ofertar esse tipo de diagnóstico em nível assistencial, de forma universal e no sistema público de saúde.
Apartir deste ano, as Unidades Básicas de Saúde vão oferecer testes rápidos de diagnóstico da hanseníase. O Brasil será o primeiro país do mundo a ofertar esse tipo de diagnóstico em nível assistencial, de forma universal e no sistema público de saúde.

Além dos testes rápidos, o Sistema Único de Saúde também vai ofertar testes de biologia molecular (que exigem uma estrutura laboratorial avançada) nos Laboratórios Centrais de Saúde Pública (Lacen) de dez estados. A expectativa é alcançar todas as unidades federativas até 2023.

Só este ano, o Ministério da Saúde deve investir cerca de R$ 3,7 milhões na oferta das novas testagens. “Estamos na fase de compra desses kits. Isso é de grande importância para o país e mostra como fazer uma vigilância qualificada do ponto de vista laboratorial”, comemora o secretário de vigilância em saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros.

Serão três tipos de teste disponíveis:

Teste rápido (sorológico)
Amostra: gota de sangue.
Resultado sai em até 30 minutos.
Ofertado na Atenção Primária a partir do segundo semestre de 2022.

Teste RT-qPCR para apoio ao diagnóstico (NAT Hanseníase)
Amostra: biópsia de pele ou nervos.
Realizado nos Laboratórios Centrais de Saúde Pública.
Diagnóstico molecular que serve de apoio para atenção especializada.
Meta: implantar em dez estados em 2022 e alcançar todos os estados e o Distrito Federal até 2023.

Teste RT-qPCT para detecção da hanseníase resistente
Amostra: biópsia de pele.
Será feita por meio de três laboratórios do SUS.
Para prescrição de tratamento alternativo aos medicamentos de primeira linha.
Meta: implantar em dez estados em 2022 e alcançar todos os estados e o Distrito Federal até 2023.

A hanseníase é uma doença que ainda atinge muitas pessoas, mas o tratamento e o acompanhamento são oferecidos de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde, na Atenção Primária. Por isso, é preciso ficar atento ao próprio corpo e, se houver sinais ou sintomas, procurar uma Unidade Básica de Saúde. Os principais indicativos de hanseníase são:
– Lesões;
– Manchas;
– Áreas com alteração de sensibilidade;
– Sensação de formigamento ou fisgadas;
– Diminuição de força muscular nas pálpebras, mãos e pés.

Para mais informações, acesse a transmissão ao vivo da cerimônia alusiva à Semana de Mobilização Nacional de Hanseníase, realizada no Ministério da Saúde.

 

fonte: Ministério da Saúde

Sobre Direto Noticias

Portal Direto Noticias - Imparcial, Transparente e Direto. https://diretonoticias.com.br - Notícias de Guarapari, ES e Brasil. Ative as notificações ao entrar e torne-se um seguidor. Caso prefira receber notícias por email, inscreva-se em nossa Newsletter, ou em nossas redes.

Veja Também

Documento apresenta parâmetro para que gestores levem Internet adequada às escolas públicas

Qual a velocidade de banda larga ideal para garantir a realização de atividades pedagógicas nas …