Carla Zambelli versus BolsoDória em São Paulo

A deputada federal Carla Zambelli e o deputado estadual Danilo Balas, ambos de São Paulo, entraram com representação na Procuradoria-Geral de Justiça de SP para apurar possíveis crimes contra a administração pública e improbidade cometidos pelo Governo do Estado em relação aos desmoronamentos, soterramentos, desabamentos e até mortes, durante o período de chuvas ocorrido em janeiro deste ano.

Os parlamentares pontuam que a verba utilizada pela administração Doria para evitar e combater enchentes, desde 2019, está bem abaixo do orçamento aprovado pela Assembleia Legislativa estadual, conforme levantamento apontado pelo site G1.

Em 2019, o Governo utilizou R$301.387.464,96 dos R$759.954.582,00 disponíveis. Em 2020, R$584.921.024,49 do R$1.163.062.862 e, no ano passado, R$958.160.178,01 de R$1.110.664.596. Os gastos representam apenas cerca de 50% do valor aprovado pela ALESP.

Zambelli e Balas afirmam que “a baixa execução orçamentária aparentemente não está em consonância com os princípios da eficiência, da razoabilidade e da moralidade, ultrapassando os limites da discricionariedade e deixando evidentes indícios de possível malversação de verbas públicas” destacam que a representação ao Ministério Público é em nome da “segurança social, ambiental, da infraestrutura” e “em busca da proteção do bem maior: a vida”.

As enchentes provocaram 34 óbitos, e deixaram cerca de 1.550 famílias desabrigadas ou desalojadas, além da ocorrência de alagamentos, queda de árvores, de muros e deslizamentos de terra.

Contratos questionados

Os parlamentares registram ainda dúvida em relação aos contratos realizados devido ao desabamento no trecho da obra da Linha 6 – Laranja do Metrô de São Paulo.

De acordo com eles, as causas “podem ou não estar relacionadas à questão das enchentes, o que também necessita de imperiosa averiguação; e ainda, diante das imprecisões a respeito da própria empresa contratada”, e citam como fonte a apuração do site Brasil Sem Medo em matéria publicada em 1º de fevereiro com o título “Empresa responsável por obra do metrô de SP já teve contratos investigados pela Lava Jato”.

 

fonte: Carla Zambelli

 

Compartilhe essa publicação, clicando nos botões abaixo:

Sobre Redação

Portal Direto Noticias - Imparcial, Transparente e Direto | https://diretonoticias.com.br | Notícias de Guarapari, ES e Brasil. Ative as notificações ao entrar e torne-se um seguidor. Caso prefira receber notícias por email, inscreva-se em nossa Newsletter, ou em nossas redes:

Veja Também

Musso garante candidatura de Rodrigo Borges em Guarapari

Musso garante candidatura de Rodrigo Borges em Guarapari

Rodrigo Borges, vereador de Guarapari, está se preparando para concorrer ao cargo de prefeito na …