Droga com Natura: Capixaba é preso por tráfico internacional

clique p/ ampliar

Uma ação coordenada pela Polícia Federal do Espírito Santo, prendeu na tarde do dia 10/03, em Bangkok/Tailândia, um capixaba de 33 anos, que transportava aproximadamente 07 (sete) quilos de cocaína diluídos em produtos de beleza da Natura.

ENTENDA O CASO

As investigações tiveram início no âmbito da Polícia Federal no Espírito Santo ainda no dia 03/03, quando Policiais Federais a partir de informações locais tentavam identificar um homem que estaria conectado a traficantes internacionais.

Alguns dias depois, foi possível confirmar sua identidade, mas para surpresa dos investigadores ele havia partido para o Peru. Foi então contatada a Adidância da PF em Lima que, por sua vez, partilhou as informações com o Departamento de Operações Especiais L800 da Direção Antidrogas do Peru na expectativa de que estes localizassem e continuassem as ações necessárias a fim de determinar o que ele o investigado estaria, de fato, fazendo em território peruano.

Os policiais peruanos conseguiram localizar o hotel em que ele estava hospedado, mas também foram surpreendidos com a informação de que ele já havia deixado o país com destino a Bangkok/Tailândia num voo com rápida escala em Paris/França.

Novos contatos então foram realizados, agora com a Polícia Real Tailandesa, que conseguiu abordar o capixaba, ainda no aeroporto quando desembarcava naquele país. Foram então realizadas as verificações de praxe e constatou-se a presença de cocaína em produtos de beleza que trazia em sua bagagem.

Com esta ação de cooperação internacional a Polícia Federal demonstra a capacidade de rápida mobilização em nível global que, neste caso, gerou um impacto econômico de aproximadamente US$ 1.000.000,00 (um milhão de dólares) para a organização criminosa baseada no Peru.

As investigações continuam para que se determine o envolvimento de outros brasileiros com esta prisão, bem como no sentido de compreender como se deu o envolvimento do capixaba com esta organização criminosa.

PENA DE MORTE

O investigado poderá responderá por tráfico internacional de drogas que, na Tailândia, pode ser punido com a pena de morte.

Em 14 de fevereiro, três jovens brasileiros foram presos em situação semelhante e acusados de tráfico internacional de drogas e podem igualmente enfrentar prisão perpétua ou pena de morte na Tailândia. A jovem e outros 2 brasileiros foram presos no Aeroporto de Bangkok com 15 kg de cocaína escondidos em fundos falsos de suas malas.

 

fonte: PF, ES

Sobre Direto Noticias

Portal Direto Noticias - Imparcial, Transparente e Direto. https://diretonoticias.com.br - Notícias de Guarapari, ES e Brasil. Ative as notificações ao entrar e torne-se um seguidor. Caso prefira receber notícias por email, inscreva-se em nossa Newsletter, ou em nossas redes.

Veja Também

Documento apresenta parâmetro para que gestores levem Internet adequada às escolas públicas

Qual a velocidade de banda larga ideal para garantir a realização de atividades pedagógicas nas …